4 coisas que você queria saber sobre WordPress, mas tinha vergonha de perguntar

4 coisas que você queria saber sobre WordPress, mas tinha vergonha de perguntar

A escolha de uma plataforma gestão de conteúdo (CMS) deve ser feita com cautela. E há tempos já vemos uma tendência que faz com que seja escolhido o WordPress (25% dos sites disponíveis na internet estão hospedados nele). Isso se dá justamente pela credibilidade que a comunidade ao longo dos anos adquiriu ao longo dos anos (visto que é uma plataforma aberta) e pela ótima experiência de usuário oferecida.

Mas apenas estes dois quesitos não cobrem todos os critérios que devem ser levados em conta. Ora, é ali que todo o material atraente de sua marca será distribuído para o público.

Pensando nisso, resolvemos listar algumas informações úteis sobre o WordPress que podem ser decisivas para sua decisão!

Quer dizer que o serviço do WordPress é 100% gratuito?

Er…não! Fora o plano gratuito, que oferece uma gama variada de serviços e soluções, o WordPress conta ainda com três planos pagos que custam entre US$ 3 e US$ 25. Naturalmente, os planos mais caros são mais incrementados.

O último, por exemplo, oferece espaço de armazenamento ilimitado, integração com Google Analytics e ferramentas de SEO. Já o plano gratuito, bem mais básico, tem 3 gigas de armazenamento e opções limitadas de interface.

Trata-se de um critério que deve ser levado em conta de acordo com o tamanho da empresa, o orçamento do projeto, a abrangência de público e outros pontos-chave!

Tudo bem, mas o WordPress é fácil de usar?

Digamos que, se hoje ele é a ferramenta mais famosa para a produção de blogs – interfaces que, nos primórdios da internet, reconhecidamente popularizaram-se pelo seu uso “artesanal” – é porque sua operacionalização oferece uma boa experiência de usuário. No geral, suas ações são bastante intuitivas e sua interface incentiva o aprendizado.

É importante destacar, porém, que este caráter “user friendly” tem limitações. A implantação de um projeto mais complexo demanda um domínio mais abrangente da plataforma. Os estágios iniciais de criação de um canal de conteúdo mais robusto via WordPress, por exemplo, demanda a atenção de profissionais capacitados para tal.

Hmm, entendi. E o WordPress é seguro?

Sim…E não! Pode parecer uma resposta evasiva, mas a verdade é que ela serve para praticamente qualquer dado hospedado na internet.

Como já falamos, o WordPress hospeda 25% dos sites disponíveis na web. É de se esperar que usuários mau intencionados busquem roubar para si parte dessa riqueza, não?

Isso não significa, porém, que seu site esteja completamente à mercê destes ataques. Ora, o WordPress não chegou onde está por acaso.

A plataforma oferece uma série de soluções de segurança, e, mantendo uma rotina de atualizações de plug-ins e uma gestão básica de usuários e senhas, você já consegue prevenir incômodos maiores!

Ok, mas, vamos ao que interessa, o WordPress é bom?

Se as respostas anteriores não foram o bastante. Essa nós respondemos com propriedade: sim, muito bom. Olha só:

  1. Os diferentes planos do WordPress oferecem serviços completos de acordo com as suas necessidades
  2. A plataforma de conteúdo do WordPress é simples, intuitiva e completa
  3. O WordPress oferece toda a segurança que seu site precisa para proteger-se de ataques e malwares

Com uma construção competente – feito por profissionais capacitados e multitarefa cujos conhecimentos abranjam desde desenvolvimento até estratégias de marketing –, você pode ter um portal completo e posicionar-se na web com propriedade através do WordPress!

Henrique Coradini
henrique.coradini@conectt.com.br
Sem comentários

Deixe seu comentário