Conhecimento

Easy
CanvasA MANEIRA MAIS PRÁTICA DE ORGANIZAR SEUS PROJETOS.

O Easy Canvas traz a dinâmica do papel para uma interface intuitiva e eficaz, onde você pode construir seu modelo por meio do uso de post its em cada uma das áreas propostas.
Além disso, pode compartilhar o arquivo para edição, ou exportar em diversos formatos.

NossosConteúdos

Filtro

Receba conteúdo exclusivo sobre Tecnologia. Se inscreva em nossa News

Fale conosco

Quer saber mais sobre nossos serviços? Vamos conversar? Tire suas dúvidas.

Quero Agendar Conversa

O que é o Microsoft Stream? / 08.10.2019

Descubra as possibilidades do Microsoft Stream, o serviço de vídeo corporativo com recursos de inteligência artificial. O Microsoft Stream é um serviço de gerenciamento e compartilhamento de vídeo corporativo, com recursos de inteligência artificial (IA). Nele, as pessoas que pertencem à sua organização podem carregar, exibir e compartilhar vídeos. Isso permite uma comunicação mais fácil e conectividade em um ambiente seguro que é projetado para buscar e encontrar conteúdo de maneira rápida e eficiente. Ele é o sucessor do vídeo do Office 365. A principal diferença entre os serviços é que o vídeo do Office 365 aproveitava o SharePoint Online para infraestrutura e armazenamento. Já o Microsoft Stream é criado desde o início no Azure. Qualquer pessoa pode pesquisar vídeos facilmente e consumi-los em seus dispositivos, a qualquer hora e em qualquer lugar. Você pode compartilhar gravações de aulas, reuniões, apresentações, sessões de treinamento ou outros materiais audiovisuais que auxiliam a colaboração da sua equipe. Por que usar o Microsoft Stream? Assim como no YouTube, os usuários podem assistir a um vídeo online, comentar nele, curtir e até compartilhá-lo. À primeira vista, os vídeos parecem estar incorporados a um player típico, com título e descrição, além da capacidade de compartilhar, curtir e adicionar a uma lista de observação. Mas o Stream leva a mídia da empresa para o próximo nível ao inserir inteligência artificial no mix para melhorar a maneira como consumimos o conteúdo visual. Confira a lista dos principais recursos relacionados à IA integrada no serviço: Pesquise texto ou palavras faladas dentro dos vídeos;A análise de texto é usada para transcrever vídeos. Uma transcrição completa aparece à direita de cada vídeo, incluindo a hora em que a frase foi dita. Ao clicar em uma frase, o usuário é levado até aquele momento no vídeo;Aprimore a acessibilidade para todos com legendagem oculta (CC);Veja todas as pessoas que estão falando e avance para onde elas aparecem no vídeo;A pesquisa via detecção facial é uma característica interessante do novo produto. O Microsoft Stream analisa vídeos e detecta os rostos que aparecem neles. Uma linha do tempo é criada para cada face detectada e uma marca na linha do tempo indica quando cada pessoa aparece. Ao clicar na linha do tempo, o usuário é levado até aquele momento no vídeo;Assista ao vídeo enquanto exibe ou pesquisa a transcrição;Pesquisa de transcrição e timecodes permitem que os visitantes encontrem rapidamente momentos importantes em um vídeo;Descubra uma variedade de conteúdo sem contar com metadados. Figura 1: Todas as pessoas que estão falando e quando elas aparecem no vídeo. Mais recursos: Pesquise, exiba e compartilhe vídeo nas ferramentas que você mais usa;Todos na empresa podem criar e contribuir com conteúdo;Aumente o engajamento com curtidas, compartilhamentos e comentários;Compartilhe conteúdo de forma segura em toda a organização com criptografia interna;Obedeça aos regulamentos com conformidade interna;Permita que os usuários definam suas próprias permissões usando o Azure Active Directory;Funciona perfeitamente com o Office 365 e suas aplicações. Como posso usar o Microsoft Stream? Os produtos Microsoft fazem um ótimo trabalho quando usados juntos. Se você quiser publicar um vídeo em destaque em um site do SharePoint, por exemplo, basta incorporar uma Web Part de fluxo na página que aponte para o vídeo. Nota: os vídeos incorporados desta forma não incluem detecção facial e transcrições. O PowerPoint também permite exportar uma apresentação para o Stream. Essa exportação faz o upload da apresentação para o Stream e a torna executável. Como alternativa, na ferramenta Microsoft Teams você também poderá criar uma guia "Fluxo" e incorporar seu vídeo lá. Isso é útil em situações que envolvem um canal de produto ou serviço que também utiliza vídeo. As organizações que usam o Yammer também podem publicar vídeos para apresentá-los a toda a organização. Experimente esse serviço de vídeo O Microsoft Stream é um hub de vídeo corporativo com recursos de inteligência artificial (IA) projetados para ajudar você a encontrar conteúdo de maneira rápida e eficiente. A interface é rica e moderna, oferecendo aos usuários uma experiência de resposta semelhante à dos sites de vídeo mais modernos e populares. Além disso, sua integração com outros produtos da Microsoft permite que você consuma e distribua conteúdo facilmente com as ferramentas a que já tem familiaridade. É um serviço muito promissor e que passa a ser uma opção a outros serviços como o YouTube, servindo a um mesmo propósito, porém com um foco diferenciado.


Veja mais   
Office 365: Confira as novidades de 2019 / 01.10.2019

Conheça as melhorias no Office 365 propostas pela Microsoft a partir de agosto de 2019. A Microsoft lançou recentemente uma série de melhorias para o Office 365. Entre essas mudanças de agosto de 2019, detalhamos a seguir os principais aprimoramentos feitos no pacote, divididas em três categorias: segurança, usabilidade e performance. Melhorias de Segurança Outlook Web – Gerenciamento da Sessão de Autenticação Esta nova funcionalidade permite aos administradores controlarem a frequência com que cada conta deva inserir seu usuário e senha, além de tornar possível configurar se a sessão do usuário continuará válida depois que o Outlook Web for fechado. Desse modo, será oferecida maior segurança e controle para a equipe de Infraestrutura e Suporte. Office 365 vai retirar o TLS 1.0 e 1.1 a partir de 1º de junho de 2020 em ambientes globais Conforme comunicado anteriormente, a Microsoft está migrando todos os seus serviços online para o protocolo TLS 1.2 e deixando de suportar as versões anteriores. O protocolo TLS 1.2 fornece uma criptografia melhor em relação às versões anteriores, garantindo mais segurança no tráfego das informações. Mas e como isso afeta os usuários? A partir de 1º de junho de 2020, todas as conexões do Office 365 que usam os protocolos TLS 1.0 e 1.1 vão parar de funcionar. É importante enviar um lembrete e avisar os clientes que dependem de TLS 1.0 e 1.1 de que eles precisam se atualizar, caso contrário não conseguirão acessar o Office 365 a partir da data limite de 1º de junho de 2020. E como se preparar para a mudança? É necessário atualizar ou substituir os clientes ou dispositivos que dependam dos protocolos TLS 1.0 ou TLS 1.1 para conseguir se conectar ao Office 365 antes de 1º de junho de 2020. Moderação nos canais do Teams Com este recurso será possível aos administradores ativar a moderação para um canal e controlar quem pode realizar novas publicações e responder a elas. Os administradores também poderão adicionar membros do canal como administradores, permitindo que eles controlem e configurem as permissões do canal. Por padrão, este recurso virá desativado, mas você poderá ativá-lo por meio das permissões do canal. Melhorias de Usabilidade Rodapé para sites de comunicação do SharePoint Com este recurso será possível alterar o rodapé do site diretamente pelo navegador, utilizando elementos de HTML ou APIs, personalizando do modo que quiser. Não é necessário realizar nenhuma alteração nos sites que já existentes, apenas executar um script de PowerShell para habilitar o recurso. A partir deste momento se tornará possível configurar o rodapé dos sites de maneira mais rápida e simples. Outlook Web – Nova experiência de compartilhamento de arquivos na nuvem O Outlook Web está atualizando a maneira como você compartilha documentos na nuvem do OneDrive e do SharePoint. Agora quando você cola um link para um arquivo do OneDrive ou do SharePoint em uma mensagem, ele o substituirá pelo nome do arquivo e o ícone correspondente do aplicativo do Office. Esse link também permitirá que você gerencie permissões para o arquivo. A Microsoft começou a implementar gradativamente este recurso a partir de julho de 2019 e a implantação será concluída em todo o mundo até o final de setembro do mesmo ano. Atualização de páginas e criação de notícias A Microsoft vai lançar um pacote de melhorias que facilitará a criação e edição de páginas no SharePoint. Desfazer/Refazer: Assim como temos nos aplicativos do Office, também teremos as opções Desfazer (CTRL+Z) e Refazer (CTRL+Y) disponíveis na edição das páginas do SharePoint. Importante: depois de salvar ou publicar sua página, você não poderá mais desfazer as alterações anteriores. Arraste e solte arquivos na tela: Adicionar arquivos às páginas será um processo muito simples. Será possível arrastar e soltar arquivos diretamente para a página, e o SharePoint adicionará automaticamente o visualizador de arquivos, carregando o arquivo na biblioteca de documentos do SharePoint. Novas seções verticais: As páginas modernas agora podem ter seções verticais. Recomendações/Conteúdo Relacionado Páginas e notícias agora podem incluir uma Web Part mostrando conteúdo relacionado e recomendado. As páginas são sugeridas com base nas tendências e personalização derivadas do Microsoft Graph. Melhoria de Performance Melhorando o desempenho dos usuários do office.com removendo o redirecionamento portal.office.com A Microsoft está atualizando e melhorando o desempenho dos usuários do office.com, removendo o redirecionamento portal.office.com. O objetivo desta mudança é melhorar o desempenho do carregamento da página para os usuários do office.com e do portal.office.com, removendo qualquer redirecionamento especial e fazendo assim com que o usuário seja direcionado diretamente e mais rapidamente para o seu destino do office.com.


Veja mais   
Yammer: Conheça a rede social da Microsoft que simplifica o trabalho em equipe / 24.09.2019

O que é o Yammer? O Yammer é uma plataforma para informar e engajar os colaboradores de toda a empresa. A ferramenta atua como uma grande central de notícias e conversas que podem ser propagadas tanto pela organização quanto pelos próprios colaboradores. Por meio dela, comentários e interações são mantidos de maneira centralizada e intuitiva. De um modo geral, é uma rede social direcionada para que a sua empresa utilize internamente com todos os seus colaboradores, tendo como principal objetivo a promoção de campanhas e materiais de divulgação por meios mais informais e com amplo alcance. Um pouco de história O Yammer já possui mais de 10 anos de história atuando como uma rede social corporativa. Foi adquirido pela Microsoft em 2012, sendo necessário o investimento de 1,2 bilhão de dólares na época. Desde então, vem acompanhando a evolução das empresas que buscam atender às mudanças e necessidades do mercado, empoderando os colaboradores com o apoio da tecnologia. Momento atual O Yammer está no ápice de seu investimento pela Microsoft. Nunca antes foi investido tanto para seu crescimento e aprimoramento. Portanto, é possível depositar nele a expectativa de que a ferramenta possa ser implantada com metas de médio e longo prazo. Uma vez implantada, o objetivo principal da ferramenta seria o engajamento e o compartilhamento de informação para toda a organização. Isso ocorre por meio de seus principais pilares: inclusão, preservação de contexto, não ser invasivo e ter fácil uso. Pilares do Yammer: Inclusão: utiliza um modelo de comunicação assíncrona, permitindo aos usuários contornar os silos organizacionais de conhecimento em um ambiente aberto;Preserva o contexto: as conversas e interações são orientadas a threads e grupos, possibilitando uma disposição do conteúdo muito mais organizada e mais compreensível;Não invasivo: as informações são organizadas e distribuídas de maneira adequada, sem invasão e notificações perturbantes;Fácil uso: dispõe de uma interface familiar, com curtidas, GIFs, vídeos e fotos suportados nativamente. Integrações disponíveis Temos a possibilidade de utilizar o controle colaborativo do SharePoint, bem como as facilidades do Teams, totalmente em conjunto com o sistema. Isso torna a plataforma muito mais completa para uso em várias frentes. Mas e o futuro do Yammer? O objetivo do Yammer é ser um hub de informações, reuniões, notícias e tudo mais que for necessário para o funcionamento e engajamento de sua empresa. As possibilidades de aumento de engajamento dos usuários são inúmeras. Sendo assim, novas formas estão sendo analisadas e implementadas. Há possibilidades de investimentos em outras ferramentas via APIs do Yammer, assim como exemplos reais de utilização dele com o CRM Microsoft Dynamics 365 ou Salesforce na comunicação de oportunidades. Além disso, teremos a possibilidade da criação de canais mais direcionados para comunicações e até mesmo discussões que podem durar muito mais tempo do que um simples post informativo. E, por fim, será possível ter uma integração completa com a plataforma Microsoft 365


Veja mais   
Como integrar tarefas com o Microsoft To-Do na rotina / 29.08.2019

Por: Pedro Cunha O To-Do é um aplicativo da Microsoft focado em ajudar pessoas a organizar e gerenciar demandas. Isso permite uma maior produtividade no dia a dia. Criado pela equipe por trás do Wunderlist, o app tem integração com o Office 365 e um algoritmo inteligente, que fornece a possibilidade da gestão simplificada de suas tarefas, contribuindo com sua organização e performance. A Microsoft disponibiliza o To-Do nas plataformas Windows, Android e iOS. Microsoft To-Do ajuda nas atividades diárias No To-Do é possível criar múltiplas listas, configurar lembretes para cada tarefa e adicionar notas de texto. A sincronização é automática entre dispositivos e as tarefas também podem ser acessadas em todo.microsoft.com. O recurso “My Day” pode ajudar a planejar seu dia. No início das suas atividades diárias, basta acessar ícone de lâmpada e o To-Do mostrará as tarefas que foram completadas e as que ficaram para trás no dia anterior e, portanto, precisam ser entregues em seguida. Integrações A possibilidade de integração torna fácil para o usuário controlar suas tarefas, originárias de uma gama de diferentes aplicativos, em um só lugar. Abaixo seguem alguns exemplos de programas que integram com o To-Do. Outlook: Uma das possíveis integrações de serem realizadas no To-Do é com o Outlook Tasks. Fazer esta integração é bem simples, basta acessar os dois aplicativos com a mesma conta Microsoft. As tarefas de ambos os aplicativos são armazenadas nos servidores do Exchange Online, permitindo a visualização simultânea nos dois serviços. Planner: Para usuários do Office 365 Enterprise ou Office 365 do plano educacional, é possível integrar suas tarefas do Planner. A integração do To-Do com o Planner cobre o espaço entre tarefas de equipes e as tarefas individuais. O Planner é um local colaborativo, em que uma equipe pode ver as tarefas de qualquer um de seus componentes, enquanto o To-Do foca nas tarefas pessoais. Para fazer esta integração é necessário seguir os passos abaixo: No To-Do, em qualquer plataforma, acesse a ícone de configurações;Acesse “Conexões” e ative a opção “Tasks from Planner”. Após a configuração, tarefas criadas no Planner serão automaticamente adicionadas ao To-Do, sendo por padrão adicionadas à lista “Assigned To Me”. Dynamics: Por meio do uso do Microsoft Flow, também é possível conectar o Microsoft Dynamics 365 ao To-Do, fazendo com que qualquer atividade criada no Dynamics 365 gere uma tarefa no Microsoft To-Do. Inclusive, existem templates de fluxos disponibilizados na web para realizar tal integração. Assim fica mais fácil controlar a rotina, não é mesmo? Confira agora mais dicas para aumentar seu desempenho no trabalho em nosso hub de conhecimento.


Veja mais   
Meça a sua produtividade no trabalho com o MyAnalytics / 30.07.2019

Por: Victor Oliveira Sanmartin Muitas vezes, estamos acostumados com a vida corrida e não paramos para medir a nossa produtividade no trabalho e em como podemos, com frequência, melhorar o foco para atingirmos um desempenho melhor. É com essa ideia, de que os profissionais possam melhorar a eficiência e valorizar o tempo trabalhando, que a Microsoft criou o MyAnalytics. A ferramenta tem como objetivo ajudar a aumentar sua produtividade e a de sua equipe, exibindo sugestões úteis, dicas e práticas recomendadas sobre como gerenciar e-mails e realizar reuniões. Também auxilia a informar e orientar você na tomada de decisões eficazes por e-mail e reuniões, além de recuperar horas de foco e criar melhores hábitos de colaboração. Página inicial do painel MyAnalytics MyAnalytics: A ferramenta para sua produtividade no trabalho Integrado diretamente ao Outlook, o MyAnalytics analisa os seus e-mails e rastreia os destinatários que abriram a mensagem e os anexos enviados. Depois, o add-in diz quanto tempo essas pessoas levaram para ler o conteúdo. De acordo com o tamanho do e-mail, o complemento estima se as pessoas viram rapidamente ou se de fato leram tudo. A partir dessas informações, o usuário tem acesso a um painel de estatísticas com a performance de cada e-mail enviado e obtém sugestões para conseguir um número maior de respostas. Além de tudo isso, a ferramenta ajuda o usuário das seguintes formas: Reserve um período para focar em questões essenciais, antes de ter a semana preenchida com reuniões;Não perca nada das suas tarefas e e-mails;Faça follow-up (acompanhamento) com as pessoas importantes. Se você agendar tempo de foco, por exemplo, os seus colegas no Teams serão informados do seu status, explica a Microsoft. O MyAnalytics também terá duas novas sugestões impulsionadas por Inteligência Artificial (AI) no fluxo do Outlook que ajudam você a remarcar tempo de foco caso acabe sendo tomado por compromissos, ou separe um momento para tarefas específicas. O MyAnalytics é gratuito para quem é assinante dos pacotes Office 365 Enterprise ou Office 365 Education. O recurso é direcionado a administradores de rede que desejam oferecer estatísticas inteligentes para funcionários e alunos de uma empresa ou instituição de ensino. É preciso assinar tanto o plano da Microsoft quanto o serviço do MyAnalytics para que tudo funcione perfeitamente. Como baixar o MyAnalytics pelo Microsoft Outlook A partir desse ponto, o add-in é livre para baixar na loja de complementos do Outlook. O atalho fica na barra superior do programa, em "Obter Suplementos" pesquise por Insights. O recurso funciona no Outlook 2016 e no Outlook 2013 para Windows ou macOS, além do Exchange na web e do Outlook.com no navegador.


Veja mais   
Microsoft Flow: Saiba do que ele é capaz! / 16.07.2019

Por: Thales Eduardo Muller Sabe aquele processo chato, manual e repetitivo que você odeia fazer? Então, foi pensando neste problema que a Microsoft criou o Flow, um sistema baseado em gatilhos para criação de fluxos automáticos. A plataforma de automatização de Fluxos da Microsoft vem se destacando no mercado e ajudando usuários dos mais variados conhecimentos técnicos, a automatizarem seus processos internos e obter maior produtividade em um mundo cada vez mais digital. O que o Flow faz? Seu objetivo é automatizar processos repetitivos, proporcionando uma maneira fácil e prática de enviar e-mails, editar documentos, buscar dados de mídias sociais e muito, mas muito mais. Pode ser utilizado tanto em pequenos processos, como em grandes fluxos corporativos, mesmo em empresas com grandes bancos de dados, que já possui uma interface simplificada que se conecta via API (Application Programming Interface), isso faz dele uma excelente escolha desde o desenvolvedor até um funcionário sem intimidade com programação. Mas o que posso fazer com ele? Dentre os diversos conectores disponíveis, vamos elencar alguns que se destacam. Para ver a lista com todos os conectores, visite https://us.flow.microsoft.com/pt-br/connectors/ Um exemplo bem interessante é que o agendamento semanal de um Fluxo envia a sua equipe de vendas todas as novas oportunidades cadastradas no Dynamics ou Salesforce. Ou quem sabe você gostaria que determinados e-mails recebidos no seu Outlook fossem arquivados automaticamente em uma pasta no OneDrive? Com alguns poucos cliques é possível que isto aconteça. Mas e aí, como funciona um fluxo? Os fluxos do Flow, implementam cadeias de afirmações condicionais que são disparados quando alguma ação específica é executada. Estas ações são chamadas de gatilhos e são divididas em três tipos: • Instantâneos – é executado quando um botão é acionado; • Agendados – estes fluxos são programados para acontecer em determinados espaços de tempo; • Automatizados – quando um evento acontece este fluxo vai rodar, exemplos: Quando um item de uma lista do SharePoint for criado.Quando receber um e-mail de um gestor;Quando um documento for salvo no OneDrive;Quando um novo Tweet é postado;Quando uma nova Issue for criada no GitHub. A partir desse momento você pode implementar uma lógica baseada em Ações que podem realizar as mais diversas atividades. A ideia em muito se assemelha a programar, porém não requer conhecimento de linguagens de programação, apenas os conceitos básicos de lógica condicional. Estas ações podem se integrar com as mais diversas aplicações, como Office 365, FTP, GitHub, Gmail, Google Drive, RSS, Instagram e etc. Mas não se limite a isto, pois você ou sua empresa podem também desenvolver suas próprias integrações e agregar valor aos seus Flows também.


Veja mais